MP pede prisão domiciliar de mulher que não cumpriu isolamento de saúde em Foz do Iguaçu

O Ministério Público do Paraná, em Foz do Iguaçu, pediu nesta segunda-feira (23) a prisão domiciliar ou alguma outra medida restritiva contra a mulher confirmada como primeiro caso de Covid-19, o novo coronavírus, em Foz do Iguaçu.

O pedido do promotor de justiça, Luís Marcelo Mafra Bernardes da Silva, argumenta que a mulher continuou trabalhando e participando de eventos sociais mesmo depois de saber do resultado positivo para o Covid-19.

O pedido será analisado e decidido pela terceira Vara Criminal de Foz do Iguaçu.

Rádio Cultura Foz