Polícia descobre que mulher mentiu sobre suposto sequestro de filho e roubo de R$ 9 mil

8

A Polícia Militar de Medianeira, através da equipe do Serviço Reservado – P2, elucidou o suposto crime de roubo que teria ocorrido na tarde da segunda-feira (07), no qual teriam sido roubados R$ 9.000 de uma mulher, mediante ameaça de matar seu filho.

Na tarde da segunda-feira a PM foi acionada para atender à esta ocorrência, onde a mulher relatou que fora abordada por três indivíduos que teriam mostrado uma foto do seu filho, alegando que ele teria sido sequestrado e sob ameaças de que o matariam, eles teriam exigido que ela sacasse todo o dinheiro que tinha no banco e lhes entregasse.

Durante as diligências, a equipe da P2 da PM foi em busca de mais informações e possíveis imagens de câmeras de monitoramento para identificação dos autores, e descobriu que o crime não ocorreu.

De acordo com a PM, a mulher, que sofre de problemas psiquiátricos, teria gasto o dinheiro que tinha no banco e que seria proveniente de um acerto trabalhista que fez há alguns meses. Com vergonha de falar para os familiares que teria gasto todo o dinheiro, ela acabou inventando a história para ocultar tal fato.

Ainda segundo a PM, no dia do suposto roubo, a mulher teria sacado no banco apenas a quantia de R$ 165,00, dinheiro este que também não teria sido roubado.

http://www.guiasmi.com.br/noticia/59560